Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \31\UTC 2011

REVISÃO EM VÍDEO

Aqui estão revisões em vídeo para que os alunos das turmas de 1º ano possam aprender um pouco mais sobre os assuntos da N1:

MESOPOTÂMIA:

EGITO:

 

Anúncios

Read Full Post »

A Universidade de Pernambuco (UPE) terá mudanças no conteúdo programático do seu processo seletivo. De acordo com a presidente da Comissão do Vestibular da UPE, Izabel Avelar, as novidades deverão ser divulgadas nesta sexta-feira (1º). Ela, porém, não adiantou se essas alterações vão valer já para o Vestibular 2012 ou se estendem-se ao Sistema Seriado de Avaliação.

Em março, a UPE reuniu uma comissão formada por representantes de escolas particulares e públicas do ensino médio para uma avaliação da prova do último exame. De acordo com o diretor do Colégio Motivo, Eduardo Belo, o encontro foi muito positivo. “O reitor [Carlos Calado] escutou as nossas dificuldades e informou que ia avaliar as observações levantadas. Foi uma ideia pioneira e muito democrática”, analisou.

Segundo Belo, a UPE informou que divulgaria o resultado da “troca de ideias” no fim do mês de março. O vestibular da UPE é organizado considerando-se as áreas curriculares definidas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Durante os três dias de provas, os candidatos resolvem questões de língua portuguesa – redação, gramática, interpretação de texto e literatura brasileira (16), língua estrangeira (16), biologia (14), química (14), física (14), matemática (14), história (14), geografia (14), sociologia (6) e filosofia (6).

 

Read Full Post »

A QUÍMICA DO AMOR

Você já ouviu esta frase: Rolou uma química entre nós! Será que existe mesmo uma explicação científica para o amor?

O sentimento não afeta só o nosso ego de forma figurada, mas está presente de forma mais concreta, produz reações visíveis em nosso corpo inteiro. Se não fosse assim como explicar as mãos suando, coração acelerado, respiração pesada, olhar perdido (tipo “peixe morto”), o ficar rubro quando se está perto do ser amado?

Afinal, o amor tem algo a ver com a Química? Na verdade O AMOR É QUÍMICA! Todos os sintomas relatados acima têm uma explicação científica: são causados por um fluxo de substâncias químicas fabricadas no corpo da pessoa apaixonada. Entre essas substâncias estão: adrenalina, noradrenalina, feniletilamina, dopamina, oxitocina, a serotonina e as endorfinas. Viu como são necessários vários hormônios para sentir aquela sensação maravilhosa quando se está amando?

A dopamina produz a sensação de felicidade, a adrenalina causa a aceleração do coração e a excitação. A noradrenalina é o hormônio responsável pelo desejo sexual entre um casal, nesse estágio é que se diz que existe uma verdadeira química, pois os corpos se misturam como elementos em uma reação química.

Mas acontece que essa sensação pode não durar muito tempo, neste ponto os casais têm a impressão que o amor esfriou. Com o passar do tempo o organismo vai se acostumando e adquirindo resistência, passa a necessitar de doses cada vez maiores de substâncias químicas para provocar as mesmas sensações do início. É aí que entra os hormônios ocitocina e vasopressina, são eles os responsáveis pela atração que evolui para uma relação calma, duradoura e segura, afinal, o amor é eterno!

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Read Full Post »

HORA DO PLANETA

Read Full Post »

Vídeo produzido por grupo do 2ºB:

Vídeo produzido por alunos do 2ºC:

Read Full Post »

Um vídeo para refletir sobre um tema que tem sido discutido durante esta semana e uma fonte de informações sobre o aproveitamento da água potável no Brasil:

Read Full Post »

Read Full Post »

Older Posts »