Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \30\UTC 2012

VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES: A SITUAÇÃO

O PROBLEMA

A violência contra as mulheres assume muitas formas – física, sexual, psicológica e econômica. Essas formas de violência se inter-relacionam e afetam as mulheres desde antes do nascimento até a velhice.

Alguns tipos de violência, como o tráfico de mulheres, cruzam as fronteiras nacionais.

As mulheres que experimentam a violência sofrem uma série de problemas de saúde, e sua capacidade de participar da vida púbica diminui. A violência contra as mulheres prejudica as famílias e comunidades de todas as gerações e reforça outros tipos de violência predominantes na sociedade.

A violência contra as mulheres também empobrece as mulheres, suas famílias, suas comunidades e seus países.

A violência contra as mulheres não está confinada a uma cultura, uma região ou um país específicos, nem a grupos de mulheres em particular dentro de uma sociedade. As raízes da violência contra as mulheres decorrem da discriminação persistente contra as mulheres.

Cerca de 70% das mulheres sofrem algum tipo de violência no decorrer de sua vida.

As mulheres de 15 a 44 anos correm mais risco de sofrer estupro e violência doméstica do que de câncer, acidentes de carro, guerra e malária, de acordo com dados do Banco Mundial.

Violência praticada pelo parceiro íntimo

A forma mais comum de violência experimentada pelas mulheres em todo o mundo é a violência física praticada por um parceiro íntimo, em que as mulheres são surradas, forçadas a manter relações sexuais ou abusadas de outro modo.

Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) realizado em 11 países constatou que a porcentagem de mulheres submetidas à violência sexual por um parceiro íntimo varia de 6% no Japão a 59% na Etiópia.

Diversas pesquisas mundiais apontam que metade de todas as mulheres vítimas de homicídio é morta pelo marido ou parceiro, atual ou anterior.

  • Na Austrália, no Canadá, em Israel, na África do Sul e nos Estados Unidos, 40% a 70% das mulheres vítimas de homicídio foram mortas pelos parceiros, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.
  • Na Colômbia, a cada seis dias uma mulher é morta pelo parceiro ou ex-parceiro.

A violência psicológica ou emocional praticada pelos parceiros íntimos também está disseminada.

(…)

Violência e HIV/AIDS

A incapacidade de negociar sexo seguro e de recusar o sexo não desejado está intimamente ligada à alta incidência de HIV/AIDS. O sexo não desejado resulta em maior risco de escoriações e sangramento, o que facilita a transmissão do vírus.

Mulheres que são surradas por seus parceiros estão 48% mais propensas à infecção pelo HIV/AIDS.

As mulheres jovens são particularmente vulneráveis ao sexo forçado e cada vez mais são infectadas com o HIV/AIDS. Mais da metade das novas infecções por HIV em todo o mundo ocorrem entre os jovens de 15 a 24 anos, e mais de 60% dos jovens infectados com o vírus nessa faixa etária são mulheres.

 (…)

Violência e HIV/AIDS

A incapacidade de negociar sexo seguro e de recusar o sexo não desejado está intimamente ligada à alta incidência de HIV/AIDS. O sexo não desejado resulta em maior risco de escoriações e sangramento, o que facilita a transmissão do vírus.

Mulheres que são surradas por seus parceiros estão 48% mais propensas à infecção pelo HIV/AIDS.

As mulheres jovens são particularmente vulneráveis ao sexo forçado e cada vez mais são infectadas com o HIV/AIDS. Mais da metade das novas infecções por HIV em todo o mundo ocorrem entre os jovens de 15 a 24 anos, e mais de 60% dos jovens infectados com o vírus nessa faixa etária são mulheres.

Essas informações foram obtidas em um endereço que discute este e outros temas , numa escala globa : ONU-Brasil, para ler na íntegra vá até : http://www.onu.org.br/unase/sobre/situacao/    e descubra quanto há a ser discutido sobre o assunto.

Anúncios

Read Full Post »

Musicais

Caros alunos dos 1º anos, 

Deixei no meu “face” alguns exemplos de musicais. Talvez alguém precise de “inspiração”. Quanto às outras séries, basta pesquisar um pouquinho no “youtube” e encontrará “inspiração” também.

Read Full Post »

Olá garotos e garotas,

Enfim, saiu o resultado final do 1º Bimestre em minhas turmas de Física.

Parabéns a turma do 3º ano A pelo resultado, embora acredite que ainda possam, e devem, melhorar mais!

Aqui vai meu “puxão de orelha” nas turmas de 2º ano pois em grande parte, o mau resultado se deve ao não cumprimento de atividades ao longo do bimestre. É preciso responsabilidade e muita atenção aos prazos.

Galeria de Destaques

IVERSON LUÍS PEREIRA (maior média geral 9,5)

Média 9,0 – 3ºA

ÁGUIDA RAPHAELA PROCOPIO GONÇALVES

DANIELLE PAULA DE LACERDA

JOSEMAR HENRIQUE FREITAS DA SILVA

JULYANA ENAILE ROGÉRIA DOS ANJOS

NATANIAS MACSON DA SILVA

Média 9,0 – 3ºB

ELIZABETE CHAPRAN DO NASCIMENTO

LUIZ AUGUSTO  SANTOS DE MELO

OSMAR CAMPELO DE SOUZA JÚNIOR

Média 9,0 – 3ºC

MARIANA GODOI DOS ANJOS LIMA

Bem, espero que todos façam valer suas agendas de estudo neste bimestre, reservando um bom tempo de estudo para Física.

Um grande abraço e bons estudos!!!


Read Full Post »

Read Full Post »

Os seguintes vídeos trazem exemplos da diferença do uso do verbo TO BE, passado simples e do Condicional IF.  Bom pra quem quer ver a conjugação deste verbo, no passado simples em confronto com o uso do “WERE” nas  frases condicionais. 

Read Full Post »

Caros,

O conteúdo dos slides elucida um questionamento que ocorreu na sala de aula: o uso do “WERE” nas frases condicionais. Como auxiliar à rápida explicação que fiz na sala, seguem as lâminas. Enjoy it!

Read Full Post »

O conteúdo das lâminas é pertinente aos primeiros anos.

Read Full Post »

Older Posts »